SEMINÁRIO SOBRE EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO

Seminário sobre educação do espírito - Ouça a entrevista com o Walter O. Alves no vídeo destaque e vejam as fotos aqui.

 

 

Por iniciativa da Diretora Janaina Grizante, do Departamento de Evangelização Infantil da USE Araraquara, foi realizado no dia 16 de Outubro, no Centro Espírita “A Caminho da Luz”, o Seminário sobre evangelização infanto-juvenil, proferido por Walter Oliveira Alves, da cidade de Araras- SP. Autor de vários livros sobre a prática pedagógica na evangelização infantil, apresentando o conteúdo e sugestões de atividades de acordo com a faixa etária das crianças.

 

São obras especialmente direcionadas aos evangelizadores com o objetivo de se aperfeiçoarem na arte de educar.

 

Foi um dia especial de estudos e reflexões com a presença de evangelizadores das cidades de Araraquara, Matão, Taquaritinga, Colina, Itápolis, Américo Brasiliense, Motuca e Barretos.

 

Aproveitando a oportunidade o Informativo O Mensageiro realizou uma entrevista com o palestrante que transcrevemos resumidamente:

 

Qual a importância da Evangelização infantil nas Casas Espíritas?

 

Se compreendermos a evangelização como auxilio para a evolução do espírito ela é essencial. Nós podemos auxiliar a evolução dos espíritos desde os primeiros instantes de vida. Atualmente já se fala em evangelização de bebês. Entendemos a educação do espírito como o desenvolvimento das qualidades interiores, o desenvolvimento do reino, como disse Jesus. E tanto no aspecto da razão como do sentimento e da vontade que é aquela força interior que nos leva a avançar. Na minha opinião é uma das tarefas mais importantes da Casa Espírita

 

Como você vê a evangelização infantil no Movimento Espírita já que tem a oportunidade de percorrer cidades e muitas Casas Espíritas?

 

Acho que já mudou bastante. Antigamente deixávamos muito a desejar. Hoje em dia a gente estamos vendo os grupos espíritas já estudando mais, se aprofundando mais , se preocupando em realmente educar a criança. Não apenas só transmitir conteúdo mas, além do conteúdo trabalhar a parte emocional, moral do individuo, trabalhar a vontade, porque as vezes esquecemos, que a vontade é aquela energia interior que dá vibração ao espírito. Estamos no caminho certo ainda temos muito a fazer mas, a evangelização está melhorando dia a dia Atualmente estamos vendo o movimento de arte,  a arte sendo utilizada na evangelização, música, teatro, dança que ainda tem muito preconceito mas ela já está crescendo, a literatura que são os contos e já vemos a arte já diferente, uma arte que leva para cima.

 

E nesse sentido você acha que a tecnologia ajuda, o computador, a internet?

 

Ajuda e temos que utilizar. Ela ajuda, mas de forma alguma é essencial. Se a Casa Espírita não tiver nenhum computador ela tem a coisa mais preciosa que é o ser humano. Então de que me vale ter um computador se a gente não tem a vontade. O principal elemento da evangelização é o evangelizador, as crianças e a equipe espiritual que está ali ajudando. E nós temos a Natureza para trabalhar com as crianças, sair das quatro paredes e ver a natureza, ver a obra de Deus. Os recursos são importantes mas não é vital, pois muito temos a fazer até sem recursos nenhum.

 

Gostaríamos que você deixasse uma mensagem aos evangelizadores.

 

Eu acredito que quem é evangelizador, não é por acaso. Os espíritos investem muito na gente. Quando eu falo na gente é em todos, mas com muito carinho nos evangelizadores. Então provavelmente quem é evangelizador teve um preparo do lado de lá. Ficamos sabendo, por exemplo, que existem várias escolas. Euripedes Barsanulfo mantém uma cidade espiritual que é voltada inteirinha para a evangelização e educação. E ainda há muitas outras escolas espirituais preparando evangelizadores para renascer. Então, quando renascemos e nos sentimos atraídos pelo trabalho de evangelização, persistamos, não desistamos. É uma área que precisa de persistência porque às vezes é pouco valorizada na Casa Espírita. Não é culpa do dirigente, o dirigente às vezes nasceu para fundar uma Casa. Ele fez a parte dele, não é que ele não se importa com a evangelização, ele não nasceu para fazer aquilo. Quem é que nasceu? Os evangelizadores. Então, o próprio evangelizador tem que se valorizar e valorizar seu trabalho para que depois os demais, os dirigentes da Casa, também valorizem.

 

---OUÇAM NA ÍNTEGRA A ENTREVISTA FEITA COM O WALTER OLIVEIRA ALVES NO VIDEO DESTAQUE.

O palestrante Walter Oliveira Alves

O palestrante Walter Oliveira Alves

 

Apresentação do Seminário pela Diretora Janaina Grizante

 

Abertura do Seminário pela Presidenta Marcia A.T. Pinto

 

Nilza Vicente Mello – Diretora Depto. Doutrina; Marcia A.T. Pinto- Presidenta da USE Araraquara; o palestrante Walter Oliveira Alves; Janaina Grizante- Diretora do Depto. Evangelização Infantil e Neusa Stoppa- anfitriã do C.E. A Caminho da Luz

 

Participantes do Seminário